És Urubu ou Falcão?

Em tempos de vírus e histeria, tenho uma pergunta bem clichê: você aí que está lendo esse meu texto agora, és um urubu ou um falcão? Explico do porquê do “clichê”. Não sou especialista, mas no empreendedorismo, e isso não é novidade, utiliza-se muito arquétipos animais.
Cada animal representa características específicas. Neste caso, o urubu (exceto para flamenguistas) é símbolo de um ser que vive da morte dos outros. Ele é feio e come carniça. Ou seja, não é um símbolo de coisa boa. Mas, ele voa alto para procurar sua comida. Se não me engano é uma ave que consegue atingir os mais altos céus. O falcão é, culturalmente, visto como um ser nobre, caçador e determinado. Um falcão “sabe o que quer”, mas também deve ter lá seus defeitos. Não me julgue! Não sou biólogo muito menos ornitólogo. Apenas um cara escrevendo um texto e usando o senso comum e o bom senso (o que, na minha opinião, está difícil de se encontrar hoje em dia e eu acredito que eu tenha algum. 😄​​​​​​​).
Tenho minhas predileções, mas não sou economista ou comentarista político. Sou designer e cidadão que acompanha avidamente o que está acontecendo. E tenho vontade de escrever a respeito. E aí, eis o porquê estou dizendo isso (e o porquê da pergunta)! Estamos vivendo um período em que mercados derreteram, empresas estão falindo, muitas pessoas desempregadas e histéricas devido a um problema que não conseguem controlar e por aí vai. No entanto, ouve-se pouco e de pouquíssimas pessoas que isso vai passar. Claro que vai passar! Não é o fim apocalíptico com os filmes mostram. É um momento complicado, mas VAI PASSAR! Os urubus estão aproveitando com altas audiências, mas VAI PASSAR!
E quando passar, você será o que come a carniça ou caça com objetivo? Aliás, você está comendo carniça agora? Está caçando novos horizontes e perspectivas agora? Ou está parado, inerte, esperando as coisas morrerem?
Como diria um personagem de índole duvidosa em famosa série televisiva: o caos é uma escada! E é mesmo! No entanto não é apenas UMA escada, mas várias! A decisão de qual escada subir é sua. Se você não percebeu isso, desculpe dizer, mas você é um urubu. De urubus estamos cheios, não é mesmo? Mas, e de falcões?
Multidões estão se manifestando para não deixar que a economia seja desintegrada. Estão protestando pedindo para voltarem ao trabalho. Isso mostra que o vírus não é mais forte do que o espírito humano (ou Deus, se você acredita!). Vamos sobreviver! E quando sobrevivermos e entendermos que houve um grande (no mínimo!) engano em relação a essa pandemia, o urubu, pode não gostar do que está por vir. Acordos comerciais sendo feitos, aproximações do governo brasileiro com governos que realmente fazem a diferença no mundo para o futuro próspero e não um futuro ideológico despótico, e por aí vai. Só procurar e ler a respeito de quem estamos nos aproximando mais com essa confusão toda.
Se você fizer o exercício de sair da bolha midiática só um pouquinho, perceberá que o cenário é muito complicado, mas a solução está vindo. O vírus xingue-lingue passará! Será mais um apocalipse que sobreviveremos. Daí a caça retorna! Daí você pode voltar a pensar grande, tirando seu sonho do papel e colocando em movimento uma ação que poderá mudar sua vida e da sua família.
O empreendedorismo é a sobrevivência! O ambiente de negócios existe e está aberto a todos os que conseguirem se adaptar. Estude, treine e lembre-se que negócios começam e terminam todos os dias. Aqui na minha cidade estou vendo um movimento de comércio que ficará e fará negócios prosperarem. E não preciso ser especialista para perceber isso, apenas estar atento.
Claro que posso estar errado e você aí pensar que estou sendo otimista demais. Mas, pessoal, admitamos que uma coisa que o ser humano é, é persistente e teimoso. Você pode não ser, mas temos vários que são. A economia do país está péssima, mas a marmita da Dona Solange é entregue todos os dias e a borracharia do Seu José está atendendo em casa. A base não parou por causa do vírus chinês. A base continua lá! Pensa: se a base continua lá, trabalhando, quer dizer que a realidade é diferente do que está sendo exibido, não acha?
Diante disso, o caos é várias escadas. O ciclo será de renovação. Meu otimismo é real e por isso eu digo: transforme o seu sonho em uma marca! O falcão não deixa de caçar quando ele quer. Ele caça porque precisa. E agora você precisa caçar. A hora não é a mais propícia! É agora!

Leia mais artigos!

Volte ao início